Desde Iris Murdoch que uma autora não me prendia tanto; ler voltou a ser o acto de devorar palavras com uma sofreguidão e ansiedade que não sentia há anos.
Elena Ferrante, com a sua escrita brutalmente honesta e incómoda, trazendo-me de volta as minhas memórias, levando-me muitas vezes a identificar-me com tanto do seu mundo conflituoso e violento e com a sua necessidade de fuga desse mundo.

10 comentários:

Maria Eu disse...

Sugestão de leitura registada.
Foto linda!!!

Beijo, S! :)

S disse...

Maria,
Depois quero saber a opinião!
Obrigada
:)
beijo

Laura Ferreira disse...

também tomei nota :)

S disse...

Laura, não é uma leitura fácil!
beijinho

Ana P disse...

E esta foto é perfeita para ilustrar uma das coisas mais bonitas que li dela : Os dias do abandono

S disse...

Ana,
Obrigada!
:)

p disse...

pronto... agora fiquei curioso com a escritora! com a fotógrafa, fiquei encantado, como sempre ;)

S disse...

p,
isso só pode ser dos olhos em bico porque não há nada para encantar!
beijinho para essas terras distantes

Love Adventure Happiness disse...

esta foto está lindíssima!! adoro!

S disse...

Obrigada, Love Adventure Happiness.
:)