Um obrigada ao Helder Magalhães pelo bonito poema a ilustrar uma imagem minha.
[aqui]

A certain distance


At a first glance, this pictures offer no more than a hint of our private lifes. A fragment of what we do when we are alone, in a distant country, away from those we love. We follow patterns, routines, something that sustains us in this distance. With this project I have tried to show those private moments when we feel safe enough to reveal something of ourselves and yet always maintain a certain distance.

(link)
Com o tempo, as bocas tornaram-se coisas vagas. Abstractas. Duas línguas sem saberem dançar.
(Obrigada Fátima Abreu Ferreira) aqui
- Damas, que tristeza é esta, que fez ninho no meu peito?
(roubado descaradamente à flor)

Dizem-me que o calor é quase um inferno e que os fogos voltaram, que já não se suporta mais… por aqui, os dias correm vagarosos e frescos. As rosas do meu jardim duram, por isso, mais tempo; apesar da escuridão que teima em ficar. E é tudo.
Masters of the Mauritshuis - looking for Rembrandt



'som do dia'