Empresto-te o meu silêncio para que saibas o que sinto. O amor não morreu apenas anda perdido na noite voraz que está próxima.

12 comentários:

Fernando disse...

tu silencio , y tus fotos nos acercan a lo que sientes y nos hacen sentir. Me gustan las cortinas

via disse...

lindíssimo

Rute disse...

Gosto muitíssimo daquilo que escreves, acho que já to tinha dito, mas nestas coisas nunca é demais repetir...e depois as fotos estão lindíssimas, sempre a provocar em mim o tal estremecimento. a tua sensibilidade comove-me...

1 beijinho e 1 bom Domingo:)

cs disse...

lindo!

Anónimo disse...

Lindo... Beijos grandes, MG

sónia silva disse...

Fernando,
gracias.
:)

via,
:)

Rute,
sempre simpática. :)
um bom fim de domingo para ti também

cs,
obrigada
:)

Egdar,
beijos grandes para essa família Gomes!
;)

Rute disse...

Não é simpatia rapariga, é que é mesmo verdade;)

+ 1 beijinho

P. Pato disse...

Trocamos silêncios?

;)

Excelente, como sempre.

alberto cabero fotografia disse...

simples,calladas, oscuras y maravillosas
bjs

sónia silva disse...

Rute,
Aceito, mas o mesmo não invalida o facto de seres muito simpática!
:)


Pi,
sempre que queiras!
;)


Alberto,
:))
bjs

Pedro Ponte disse...

Silêncio emprestava eu aos meus vizinhos debaixo mais o monstrinho!!!

como sempre... lindo! :)

sónia silva disse...

hahahaha
pois sei bem o que isso é Sr. Ponte, sei bem o que isso é!!
obrigada pela visita
:)