Vamos ser turistas na nossa cidade?




(fotos ss)

6 comentários:

Rui Gil disse...

Gosto muito deste "filme". :) A fotografia tem sempre o mesmo "problema". Não tem tempo. Quando se cria um díptico ou tríptico como neste caso, pede-se ao observador que relacione as imagens entre si. Dessa relação nasce sempre algo que não está nas fotos individuais. Essa relação pode ser estética ou semântica, e pode dar origem ao tempo. E quando adicionas tempo às fotografias, ficas com um "filme". Neste caso a relação entre as cores quentes da primeira e as cores frias da última, (com o neutro interior) cria ao mesmo tempo contraste estético e semântico. Semântico porque na primeira tens um miradouro "parado" e na última um carro em "movimento". Mas para além do contraste tens também o equilibrio de serem ambas cores esbatidas, dando a ilusão de ser uma memória antiga. O carro também ajuda. :) A do meio funciona com transição, para a relação ficar mais "soft", mais subtil... Enfim. Com apenas 3 fotos, crias toda uma história e sugeres um filme na cabeça do observador. 5*!

Desculpa o comentário extenso, mas achei que isto merecia mais do que um simples "gosto" e eu também tenho explorado essas "relações" e acho isto muito bom ;)

ss disse...

obrigada Mestre Gil.
:)

(...e ainda ficou a faltar a banda sonora que eu imaginei para a minha história.)

Rui Gil disse...

Sugestão de banda sonora, inspirado no feeling clássico do "filme" e do casal na primeira foto. http://www.youtube.com/watch?v=dfgGfysRQWE
:)

ss disse...

ahhh...
mas Coltrane fica sempre perfeito. Sabes que o associo sempre ao Clint Eastwood? Não me perguntes porquê...

Pedro Ponte disse...

vamo sem dúvida... parece que a cidade muda... que viajamos sem sair do sítio... tudo é novo, tudo é diferente... tudo estava ali sem estarmos nós lá!... vamos?!

Mayte Piera disse...

Me encanta esta serie...