A podridão dos anjos


7 comentários:

Imprópriaparaconsumo disse...

Os anjos andam na sombra :)
Lindíssima fotografia :)

S disse...

Imprópriaparaconsumo,

Obrigada.
:)

flor disse...

O Deus-Verme

Fator universal do transformismo,
Filho da teleológica matéria,
Na superabundância ou na miséria,
Verme — é o seu nome obscuro de batismo.

Jamais emprega o acérrimo exorcismo
Em sua diária ocupação funérea,
E vive em contubérnio com a bactéria,
Livre das roupas do antropomorfismo.

Almoça a podridão das drupas agras,
Janta hidrópicos, rói vísceras magras
E dos defuntos novos incha a mão...

Ah!Para ele é que a carne podre fica,
E no inventário da matéria rica
Cabe aos seus filhos a maior porção!


Augusto dos Anjos

UIFPW08 disse...

linda..

Laura Ferreira disse...

que bela imagem :)

S disse...

Obrigada Laura!
:)

via disse...

houve uma altura em que os adorava, agora ainda me são imaculados mas já um pouco rebeldes, nunca podres. A foto lembra coisas antigas e intemporais.