Vagueias por algo como jardim, traças mapa delimitado por passos. Gostas da manhã, ou de tarde que a ela se pareça, do chão húmido que contemplas enquanto cartografas mundos. Andas devagar, a sola fina do sapato amolecida pelo verde molhado, textura de terra que aflora. Gostas de ver esse movimento, de ouvir o som do chão a ceder aos teus pés, respeito mútuo. Talvez fiques descalça, o frio não te é estranho. Gostas de sentir essa entrega, essa antecipação de eternidade, de pé, olhar na terra alheio ao futuro, seja lá isso o que for. Tens, com o chão que pisas, esse compromisso de fidelidade perene, voto vertical que nem as árvores podem compreender. Talvez nem lhes importe saber isso, às árvores, não o saberemos.  Não se cruzam, nunca, olhos ou sorriso teus, com o de quem passa, com o que fica fora da linha que traçam os teus passos. És imune ao olhar, ao desejo que, do quase longe de quem passa por ali, se insinua por zona de fronteira tecida de arbustos e de ti. 

Virá um dia em que serás ponto de apoio, serás chão de quem vive a rasgar o ar, de quem sabe o que é o frio a percorrer o corpo. E serás imune a isso, a essa certeza de que estás de pé, ao voto de confiança. Talvez venhas a ser imune a tudo, sobretudo ao futuro e a quem o quer perscrutar. Um dia, saberemos reconhecer os teus passos ou veremos pelos teus olhos. Nesse dia, poderemos ir a tua casa?

Um especial obrigado ao Baudolino (aqui) pelo formidável texto que escreveu a partir desta minha foto.

6 comentários:

Anónimo disse...

Os dois como sempre, a fazerem um excelente trabalho:)



Oui je suis... noir

Mam'Zelle Moustache disse...

Mais uma vez, surpreendida com a beleza do teu trabalho :)

mfc disse...

Uma foto tocante... de uma sensibilidade imensa!
E as palavras de uma doçura que nos comove.
Beijos,

Rute disse...

Grande parceria! e sim, o texto é realmente formidável e entranhou-se no meu sentir...A tua fotografia está também belíssima. adorei o conjunto:)

1 beijinho

sónia silva disse...

Rute,
é formidável, não é? Também gostei muito do texto!
obrigada pela visita e, como sempre, pela simpatia.

um beijinho



mfc,
um beijinho
:)



Mam'Zelle Moustache,
obrigada.
:)



oui je suis noir,
obrigada pela visita. (Tens de activar os comentários no teu blog).
:)

Pedro Ponte disse...

formidável texto e formidável foto! :) Adorei!