Talvez o que lhes doesse fosse a memória dos seus próprios corpos e, para não se deixarem morrer, outros corpos fossem incendiados nessa mesma dor.
Os gestos recebidos e oferecidos, as imagens embutidas na memória, os lugares enigmáticos da noite e a paixão quase feroz com que eles se haviam relacionado, já não tinham qualquer sentido — cada um guardava preciosamente o que os outros tinham abandonado ao ausentarem-se; era tudo o que possuíam… e assim tentavam sobreviver ao caos, à saudade e ao esquecimento.
Al Berto

11 comentários:

Atena disse...

Empurra a porta e entra ou então deixa alguém entrar. :)

Fernando disse...

en todas las fotografías parece haber algo que se rompe o se ha roto, pero en todas hay también un signo de esperanza, un apuerta a punto de abrirse

(pena no entender portugués para leer tus textos)
Un saludo

je suis...noir disse...

Abrir uma porta "blue" pode deixar um coração negro...

ss disse...

atena,
as portas podem ser perigosas. Por vezes devem ser mantidas fechadas.


Fernando,
não faz mal, desde que leias com o coração.
obrigada pela visita.
:)


je suis...noir,
just listen to the blues...
;)

Pedro Ponte disse...

Pintaram na parede o seu coração a tinta fresca... com o tempo o período cor de rosa desvaneceu-se a cor foi-se... perdeu-se a cabeça e ficou a réstia gravada de um grande e promissor império...

Por fim como qualquer império caiu e fechou-se de vez a porta ao coração ficando apenas o azul do céu.. na ameaça de um temporal que se segue sempre a uma bonança...

Rui disse...

fogem os corações às fendas
que alastram da alma

conseguissem todos

ss disse...

conseguissem todos, Rui, conseguissem todos...

(gosto de te ver por cá)
:)

Rute disse...

Não sei comentar estas fotografias, apenas sei dizer-te que me emocionam e me fazem estremecer...o título do teu blog não poderia estar mais bem escolhido e adequado ao género de fotografias que tiras!

* Também mexeu muito comigo aquilo que li...

1 beijinho e 1 bom fim-de-semana

ss disse...

Rute,
um bom fim de semana também para ti.
Obrigada pelas palavras, é sempre bom saber que tocamos alguém.
Já as palavras gostava eu que fossem minhas! Ter esse poder de escrita...
:)

mfc disse...

Olhares lindos!

Mauricio Sapata disse...

Olá Sonia... obrigado pelo comentário no meu blog. Adoraria ver exemplos desta técnica!