não consigo dormir, nunca mais.
ando de um lado para o outro. canso o corpo, enquanto a língua segrega uma saliva exterminadora.

lá fora, dentro da noite, os chacais, as hienas cercam a casa. mas o pior é este chacal que me esfarrapa as vísceras, esta hiena que me devora o sonho.
pela janela vejo a linha crepuscular da duna.
um novo corpo liberta-se do meu e caminha fora de mim - vejo-o afastar-se em direcção aos nevoeiros das cidades.
sei, nesse instante, que nenhum abraço chega para atenuar a dor da separação.
afastados, tudo o que nos resta é começar a imitar a vida um do outro.

Al Berto



15 comentários:

gonçal∅ incendiàrio disse...

há muito que não passo para dizer olá. é a desvantagem de se ir seguindo os blogs pelo reader. chamou-me à atenção isto. não sei o que lhe chamar, mas assim de repente, sobre as imagens, diria "sublime". Sobre o tio Al Berto, não lhe posso usar as palavras, é ele o dono delas e qualquer tentativa nesse sentido seria assim uma espécie de heresia.
*

ss disse...

olá gonçalo,
perdi-te o rumo quando fechaste o blog, é bom ver-te de volta por aqui.
Outro dia fui ao ccb e ainda andei a ver se te via.
obrigada pela visita e já me tornei seguidora do teu volátil e inflamável.

bjs e até breve
:)

Atena disse...

A primeira foto transporta-me para um lugar familiar a segunda faz-me ansiar pelas imagens que hão-de vir da Diana. :)

João Mourão disse...

"Insuportável" essa magia das imagens em sobressalto, em tensão. Fantástico (como é hábito).

Rute disse...

Concordo com o João Mourão, ele definiu muito bem o que me fazem sentir estas tuas fotografias, "essa magia das imagens em sobressalto, em tensão". Ele de facto, disse tudo!

* Gostei, gostei do que escreveu Al Berto...vem das entranhas, do avesso da alma.

1 beijinho, Sónia:)

Mayte Piera disse...

Uf.. tremendas. Texto y foto!

gonçal∅ incendiàrio disse...

foi um período delicado. primeiro ficou offline, depois ficou restrito e depois acabou por mudar de endereço. sempre pensei que as pessoas que me seguiam no endereço antigo continuariam neste novo, dado que o blog sempre foi o mesmo, só o link mudou, mas não. muitas ficaram pelo caminho. enfim, danos colaterais.
em relação ao CCB, já não estou por lá, também já não estou a viver em Lisboa, embora continue a fazer visitas regulares. tem sido mudança atrás de mudança. *
obrigado pelo follow, é quase como um "benvinda de volta", embora quem esteja de volta seja eu.

cs disse...

Inquietude.

eugenio vega disse...

fotografías de una sutilieza exquisita. Es digital o película?

the dear Zé disse...

um posto a estremecer de saudades

bêjo

ss disse...

Atena,
A Diana têm estado como a dona… parada!

Obrigada pela visita João.
bjs

Rute,
um beijinho grande

Gracias Mayte

cs,
:)

eugenio,
ambas!

zé,
bêjos

Eduardo disse...

Amei a ultima foto, linda!
Enviei-te um email, depois dá notícias.
Beijos

mfc disse...

As tuas imagens têm um não sei que não consigo definir, mas que nos toca intensamente.
Gosto...

ss disse...

Eduardo,
;)


mfc,
obrigada pelo comentário.
:)

Nuno Sousa disse...

muito bom.