Arquivos esquecidos


(foto ss)

Não me consigo recordar do ano. Recordo-me sim dos cheiros, da humidade e principalmente da luz. Aquela luz que parece existir apenas no Continente Africano.
Estávamos hipoteticamente de férias, num país desconhecido para nós. Lembro-me de pensar: a qualquer instante podemos ir pelos ares com a quantidade de minas que existem por aqui. Que podíamos ser mortos num dos muitos postos de patrulha colocados ao longo da única estrada transitável.

Enquanto o meu pai repetia vezes sem conta que devíamos conhecer outras realidades que não a nossa. “saber o que era o Mundo”, moldar-nos naquilo que ele achava ser o correcto, sem sequer lhe ocorrer que talvez tivesse escolhido a forma mais perigosa de o fazer.
Desta forma, entrei em contacto pela primeira vez com este Continente tão conturbado e tão diferente nele mesmo.

14 comentários:

Rui disse...

Arquivos Adormecidos

ss disse...

Rui,
Foi um grande sono, daqueles tipo... Bela Adormecida!
;)

Rui disse...

Até que ao corpo lhe chegou um estremecimento que a fez despertar?

ss disse...

Exacto!
:)

(a culpa foi toda do fuso...horário!)

Rui disse...

:)

Atena disse...

Ainda bem que te "lembraste" destes arquivos. :)

ss disse...

Atena,
é bom ver um 'bem' nesta frase!
;)

Rui Gil disse...

A mim, também foi a luz que me marcou... Lembro-me de perguntar como era possível aquela luz, especialmente ao pôr do sol, onde o céu parecia ficar cheio de sangue. Disseram-me que eram os fogos contínuos a arder, e o fumo no ar que alterava a cor. Pensei que era a metáfora perfeita, para aquele continente, a terra a arder e os céus cheios de sangue...

ss disse...

Mestre Gil,
Melhor não poderia ser descrito!
:)

(agora imagina uma adolescente a tomar contacto pela primeira vez com tudo isso)

CatPower disse...

Por isso...e muito mais...é que tu és, como és!...
Assim... Especial!

Beijooooo...:)

ss disse...

Cat,
até estou verde com tanta 'lamechice'.
;)

(esse especial soa a parafuso a menos...)

Atena disse...

Estou em posição de poder confirmar o parafuso a menos. He he he ;)

kaku disse...

Aquele continente, com aquela cor, cura qualquer parafuso a menos!;)

Atena disse...

Lá vem o coelho em defesa dos fracos e oprimidos. :)He he he